TCC

Em linhas gerais os capítulos de um trabalho de TCC estão organizados da seguinte forma:

  • Resumo
  • Introdução
  • Embasamento Teórico (Referencial Teórico ou Revisão Bibliográfica)
  • Metodologia
  • Resultados
  • Conclusões
  • Referências Bibliográficas
  • A questão que pode vir a cabeça do aluno é Por onde começar?

    Comece pelos OBJETIVOS, todo TCC tem que ter, seus objetivos podem ser:

    Demonstrar alguma coisa:

    Implementar alguma coisa:

    Estudar alguma coisa:

    NOTA: Lembre-se de escolher objetivos que sejam desafiadores e que de alguma forma contribua para o conhecimento cientifico em geral.

    Definidos os seus objetivos, você tem dois caminhos a trilhar:

    1 - Arregaçar as mangas, e partir para a escrita da sua contribuição para a ciência! Essas são as seções de Metodologia, Resultados e conclusões. Na sessão de Metodologia você deve explicar de maneira geral, quais as etapas do seu trabalho, quais os procedimentos que você aplicou, se você precisou de algum insumo, você deve elencar aqui nesta sessão, incluindo a questão dos custos. Na sessão de Resultados, se você optou por demostrar algo, é nesta parte que você vai fazer a analise dos dados e tirar suas conclusões. Se você optou por implementar algo é nesta parte onde você detalha os passos para reproduzir a sua implementação. Na conclusão você vai fazer o fechamento do seu trabalho é nesta parte que você deve explicar quais as contribuições dadas pelo seu trabalho, e que estudos futuros podem ser realizados tomando como base o seu trabalho.

    2 - Elencar os conhecimentos teóricos necessários e começar a escrever sobre eles, esse material irá alimentar a seção de embasamento teórico, referencial teórico ou revisão bibliogŕafica (todo TCC também tem uma). Não esqueça de “COLOCAR AS REFERENCIAS ENQUANTO ESCREVE”, pois referênciar o material depois de escrito é muito complicado. Se você optar por escrever o embasamento antes, você poderá ter algum retrabalho, pois o embasamento pode não refletir o seu produto final, e neste caso você precisará voltar para revisá-lo.

    DICA: Na seção de referências devem ter SÓ aquelas fontes que você consultou. Nada de encher linguiça nesta seção! Procure colocar no seu trabalho boas referências.

    O que são boas referências?

    Abaixo a minha opinião “PESSOAL” em ordem de importância (melhor primeiro).

    1 - Artigos em revistas cientificas, os chamados periódicos

    2 - Livros de “Papas” do Assunto em questão, EX. em sistemas operacionais o TANENBAUM ou DENIS RITCHIE (inventor do unix).

    3 - Artigos de Congressos

    4 - Outros Livros

    Por que essas referencias são boas?

    Estudantes e cientistas tentam emplacar os seus artigos em periódicos e congressos. É como se cada publicação contassem preciosos pontos para os seu currículos. Porém o caminho entre fazer um artigo e ele ser publicado é longo. Os periódicos e congressos tem uma junta de cientistas que analisam o artigo e dão o seu aval para a publicação. Sendo assim, essa é razão destas fontes serem ótimas referências.

    Os livros, pelo menos os das boas editoras, também passam por um processo de revisão, porém este é menos técnico.

    De posse desta informação fica fácil saber por que páginas de internet, wikipédia e apostilas, devem ser evitadas ao máximo como fonte para conteúdos.

    Obs: Tome cuidado com a idade das referências, na nossa área, a atualização é constante e algo que foi dito há muito tempo pode não valer mais. Exemplo: "640K é mais memória do que qualquer pessoa vai precisar". Bill Gates, 1981 (talvez ele não tenha dito).

    BEBA DA FONTE!

    Se você gostou do conteúdo de um determinado artigo e você acha que ele deve compor o seu trabalho. Procure vê se o autor citou referências no conteúdo, em caso positvo, procure acessar as referencias citadas pelo autor.

    Bibliografia Recomendada:

    Metodologia de Pesquisa para Ciência da Computação. Wazlawick, Raul. Editora Campus - Elsevier. 2009.